Ver programação
WhatsApp

12 9 9147.9469

São Jose dos Campos- SP
Sem dinheiro de empresa, campanhas serão enxutas - Alternativa Fm

Economia

05/07/2016 às 08h40 - Atualizada em 05/07/2016 às 08h40

Sem dinheiro de empresa, campanhas serão enxutas

administrador
São Paulo - SP

A vereadora Pollyana Fama, pré-candidata pelo PSS, em Taubaté. Foto: Divulgação.

Devido às novas regras de financiamento de campanha, que passam a valer esse ano, os postulantes à Prefeitura de Taubaté apostam em estratégias diversas para arrecadar dinheiro.

O teto de gasto para cada candidato deverá ficar entre R$ 800 mil e R$ 900 mil (leia texto nessa página).

Além do limite de despesas, a principal mudança é a proibição de doação de empresas para os candidatos.

Entre as estratégias mais curiosas que foram apresentadas até agora, a que se destaca é da equipe do prefeito Ortiz Junior (PSDB), que tenta se desvencilhar de problemas judiciais para concorrer à reeleição.

A aposta do tucano será repetir a estratégia adotada pelo PSDB de São José dos Campos nas eleições anteriores: jantares de arrecadação.

O primeiro jantar será realizado no dia 6 de julho. Cada convite custará R$ 1.000. A meta é arrecadar R$ 300 mil apenas em uma noite.

"É uma forma mais transparente de arrecadação", disse o tesoureiro do PSDB de Taubaté, Beto Ortiz, irmão de Junior.

Curiosamente, o evento será no Monarka Hall, que pertence à família de José Saud Junior, pré-candidato do PMDB.

"Foi o local mais em conta que encontramos", disse Beto.

Concorrentes. O empresário Saud, aliás, é o único pré-candidato que disse que não vai ter dificuldade na arrecadação da campanha, que será bancada por recursos próprios.

"Eu já deixei R$ 800 mil na minha conta, declarados no imposto de renda. Não estou pedindo nenhum tostão para ninguém", afirmou.

Outros postulantes apostarão na ajuda dos partidos e em campanhas mais enxutas.
"Vamos pedir para que as pessoas que acreditem na nossa proposta nos ajudem na nossa campanha", disse Pollyana Gama (PPS).

"Nossa campanha não será de grandes recursos. Vai ser de propostas, não de força econômica", disse Vera Saba (PMB).

"Vamos pedir contribuição para militantes, filiados. Mas teremos que ser criativos, pois será uma campanha de poucos recursos", afirmou o presidente municipal do PT, Salvador Khuriyeh. O partido irá de Julia Martin ou Isaac do Carmo.


Teto de gasto poderá chegar a R$ 900 mil

O teto para as despesas de campanha é calculado com base no maior gasto observado no município na eleição anterior -- no caso, foi o de Ortiz Junior, que declarou despesa de R$ 1,508 milhão.

Como a eleição foi decidida em segundo turno, o teto será de 50% desse total, R$ 754 mil, reajustado com a inflação observada no período. Esse será o teto para o primeiro turno. Caso a eleição vá para o segundo turno, poderá haver acréscimo de 30%.

Regras. As campanhas poderão receber repasses do Fundo Partidário ou doações de pessoas físicas.As pessoas físicas poderão doar até 10% da renda bruta declarada no ano anterior ao da eleição.

A duração da campanha eleitoral foi reduzida de 90 para 45 dias. Diminuiu também o tempo de propaganda eleitoral em rádio e TV: de 45 para 35 dias.

ESTA MATÉRIA FOI VISTA 152 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados